PESQUISAR NESTE BLOG:

domingo, 19 de maio de 2013

Alexandrina Pereira, «Arrábida meu amor, meu poema»

No passado sábado, dia 18 de Maio, pelas 16:00, o "Sesimbra Jovem" teve o prazer e a honra de assistir a um momento de poesia muito especial.

Através das amigas de Alexandrina Pereira, somos conduzidos a penetrar numa Arrábida sublime, com cores, cheiros e sentidos que nos perfumam a alma.

"Arrábida meu amor, meu poema", dá-nos a conhecer um outro lado da poetisa, mais arrojado, mais livre e mais doce. Este seu pequeno livro de poesia, contrasta em grandeza com a exaltação da Arrábida, serra mãe de Sebastião da Gama e Agostinho da Cruz.

Alexandrina Pereira, nasceu em Setúbal a 15 de Agosto de 1947. Conta já com 9 livros de poesia. Em 2010 recebeu a Medalha de Mérito Grau Ouro da Câmara Municipal de Palmela, que acumula com outros ilustres e merecidos prémios.

Parabéns, Alexandrina!








Sem comentários: