PESQUISAR NESTE BLOG:

sábado, 13 de novembro de 2010

Teatro Turim - Persona

Alma e Elisabeth desenvolvem uma estranha relação. Inicialmente, Alma tenta preencher o vazio provocado pelo silêncio de Elisabeth. A primeira fala incessantemente sobre a sua vida à paciente aparentemente atenta. Mas depressa se torna óbvio que o interesse de Elizabeth é mais do que mera educação ou curiosidade voyeurista. Ela está, de facto, a querer absorver a identidade de Alma perante o vazio que deixou no abandono da fachada que ela criou como Elisabeth Vogler. Elisabeth luta por essa transferência absoluta – a simbólica batalha pela alma – como forma de afastar dela a dor da sua própria existência. Persona é uma provocação altamente cerebral e artisticamente complexa à identidade humana.



Fonte: Teatro Turim

Sem comentários: