PESQUISAR NESTE BLOG:

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Leituras: Há sempre um amanhã



"Há sempre um amanhã", de Pearl S. Buck

Terminei a leitura deste livro em 2 de Maio de 2001. À dias, ao vasculhar a minha pequena biblioteca dei com este comentário que na altura anotei e que agora convosco partilho.

É, em meu entender uma obra extraordinária que vale a pena ler.

"Este livro é um hino. Um hino ao amor e à esperança. É triste e melancólico chegando mesmo a ser cruel mas, é acima de tudo, o retrato nú da vida, tal como ela é, sem subterfúgios. É também, a personificação da força e da esperança.

Crítica murdaz da religião cega e dos seus seguidores obtusos.

Exalta acima de tudo o amor nas suas mais variadas formas. Instiga a semear o amor e a libertar os nossos sentimentos.

Ensina-nos a amar a liberdade, a amar a vida, a amar o amor, a ter esperança e incentiva-nos a traçar o nosso próprio destino"

Para mais informações clique aqui:

Sem comentários: