PESQUISAR NESTE BLOG:

sábado, 31 de outubro de 2009

Por quem os sinos dobram?

Dobram por Sesimbra certamente, pelas mãos de Carlos Sargedas e doutros ilustres conterrâneos que, dão testemunho do seu excelente trabalho por este país afora.

Quando algum dos munícipes é chamado à linha daqueles que se destacam, a terra é também ela inaltecida!

Parabéns Carlos, parabéns Sesimbra!






---------------------------------------------------------------------

Há coisas que por vezes acontecem que de certa forma me surpreendem, mas ao mesmo tempo me deixam satisfeito e até mesmo mais motivado.

Com alguma surpresa, diga-se, fui convidado para ir á Escola Superior de Turismo e Ciências do Mar, em Peniche para fazer uma apresentação e uma breve "palestra" sobre o meu trabalho como fotógrafo para turismo, mas também sobre o meu trabalho como animador turístico com a empresa de turismo aéreo, assim como a minha participação no festival internacional de filmes de turismo, através dos filmes que produzi.

Não deixa de ser estimulante e gratificante para mim, ver o meu trabalho reconhecido, e ainda por cima ao ponto de o ir a uma Universidade apresentar perante uma plateia com cerca de 350 alunos de Turismo, e que não só se mostraram motivados, como participantes.

O próprio professor, mostrou-se surpreendido, pois tínhamos batido o record de assistência da sala, que nunca esteve tão cheia.

Apresentei as minhas ideias, e fiz alguns desafios... "Já alguma vez foram fazer um passeio turístico (como turistas) na vossa terra ou zona de residência? Se puderem, juntem-se a excursões de turistas estrangeiros e vejam o vosso local de forma bem diferente..." "... muitas das vezes passamos ao lado daquilo que nos é familiar por todos os dias passarmos lá, mas damos a devida importância, histórica, cultural ou cientifica?..."; "basta mudarmos de plano de observação, como uma "simples" viagem de Helicóptero para mudar tudo o que pensamos saber de um local..."

Aproveitei a ocasião para falar sobre o Cabo Espichel e dei o exemplo de como um "pequeno lugar" pode conter tanta história e tanto património e tanto interesse...

Um dos desafios que lancei á escola, é ter algumas "parcerias" entre cursos, ou seja que um aluno do curso de turismo, possa ter algum contacto com um de multimédia , e vice-versa de forma a que ambos entendam a mesma linguagem. Por vezes somos confrontados com excelentes técnicos de turismo, que não percebendo nada de multimédia, não se fazem entender de forma a que a sua mensagem seja percebida, ou por sua vez grandes técnicos de produção multimédia, não tem qualquer formação em turismo, e apenas sabem fazer bem, se isso chega?ás vezes é um dúvida que coloco.

Quantos filmes bonitos já vimos , onde a mensagem não chega até nós? Não basta saber fazer, é necessário saber fazer bem!

Os dois professores, mostraram-se satisfeitos com esta "aula aberta" que até atraiu alunos de outras disciplinas que nada tinham a ver com turismo.

Fizeram-me novo desafio, o de lá voltar, e se calhar fazer algum trabalho conjunto com algumas turmas... Porque não????

Carlos Sargedas

Sem comentários: